Você está aqui: Página Inicial > Notícias > ANA participa do XXII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

Notícias

ANA participa do XXII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos

publicado: 26/11/2017 20h00 última modificação: 28/11/2017 09h03

Na noite deste domingo, 26 de novembro, a capital catarinense foi palco da abertura do XXII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos (XXII SBRH), o principal evento nacional do setor. Durante a abertura, o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu, abordou aspectos relevantes da atuação da Agência, como o Projeto Legado e o estudo da ANA sobre Reservatórios do Semiárido Nordestino, e temas como a proposta de incluir o Saneamento no rol de atribuições legais da Agência e também a retirada de recursos do Fundo Setorial de Recursos Hídricos (CT-Hidro). A programação inclui, até sexta-feira, 1º de dezembro, mesas redondas, apresentações de trabalhos técnicos, além de espaços para discussões e trocas de experiências.

Falando para um público de cerca de 500 pessoas, entre autoridades no tema água, estudantes, representantes dos governos local, estadual e federal, além de parlamentares e acadêmicos de diversas instituições de ensino e pesquisa, o diretor-presidente enalteceu a parceria entre a ANA e a Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRH) e foi enfático ao mencionar a questão do Fundo Setorial de Recursos Hídricos. “É inaceitável a retirada dos recursos do CT-Hidro para criação de superávit primário. É muito difícil fazermos Pesquisa e Ciência em nosso país se não tivermos uma política pública que leve adiante esse propósito”, afirmou Andreu.

Outro tema que ganhou destaque foram as recentes discussões em torno do tema Água e Saneamento. A proposta em tramitação no governo pretende adicionar a competência de regular o setor de saneamento às atuais competências institucionais da ANA, o que é visto com cautela pela atual diretoria da instituição. Segundo o diretor-presidente da Agência, a questão carece de mais tempo de discussão para que a ANA não se desvirtue da função precípua de agência reguladora de recursos hídricos. Andreu aproveitou a oportunidade para pedir o apoio dos parlamentares presentes para impedir retrocessos na gestão de águas no país.

“É inaceitável a retirada dos recursos do CT-Hidro para criação de superávit primário. É muito difícil fazermos Pesquisa e Ciência em nosso país se não tivermos uma política pública que leve adiante esse propósito” Vicente Andreu

Com o tema “Ciência e Tecnologia da Água: inovação e oportunidades para o desenvolvimento sustentável”, o XXII SBRH marca os 40 anos de existência da Associação Brasileira de Recursos Hídricos.

De acordo com Vladimir Caramori, presidente da ABRH, um dos grandes objetivos do simpósio é fortalecer o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos (SINGREH) por meio da troca de experiências, propiciando maior eficiência e sustentabilidade nos usos da água.

A programação da ANA no Simpósio inclui a participação de especialistas da Agência em mesas redondas sobre o 8º Fórum Mundial da Água; gestão de águas superficiais e subterrâneas; inovação na gestão estadual de recursos hídricos; segurança de barragens; planejamento de recursos hídricos face às mudanças climáticas; e uso da água na agricultura irrigada. Haverá, ainda, o lançamento de dois estudos: “Cobrança pelo uso de recursos hídricos no Brasil: caminhos a seguir” e “Reservatórios do Semiárido Brasileiro: Hidrologia, Balanço Hídrico e Operação”. Paralelo ao evento da ABRH, a ANA promoverá, no mesmo local, um amplo debate sobre o Projeto Legado, que aponta caminhos para o aperfeiçoamento da gestão de recursos hídricos no Brasil.

Durante a cerimônia, Vicente Andreu, representando a diretoria colegiada da ANA, foi homenageado pela ABRH e recebeu placa em reconhecimento aos bons serviços prestados para o setor de recursos hídricos.

A programação completa pode ser acessada em www.abrh.org.br