Você está aqui: Página Inicial > Notícias > ANA apresenta ações de gestão e monitoramento de recursos hídricos a especialistas de países lusófonos

Notícias

ANA apresenta ações de gestão e monitoramento de recursos hídricos a especialistas de países lusófonos

por Raylton Alves - ASCOM/ANA publicado: 23/05/2019 14h21 última modificação: 23/05/2019 19h48

De 20 a 24 de maio, em Brasília, a Agência Nacional de Águas (ANA) recebe especialistas de países lusófonos africanos da 1ª Missão Conjunta sobre Planejamento de Bacias Hidrográficas e de Redes Hidrometeorológicas. O objetivo é apoiar os governos de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe na gestão e no monitoramento de suas águas. O encontro acontece no contexto do projeto Apoio à Gestão e ao Monitoramento de Recursos Hídricos nos Países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), realizado pela ANA, Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e CPLP. 

Para que os quatro países possam aperfeiçoar sua gestão e monitoramento de recursos hídricos, o projeto atua em duas linhas principais. A primeira delas é a capacitação dos técnicos que trabalham na gestão da água em Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe. A segunda vertente se refere ao intercâmbio de experiências para o desenvolvimento de marcos legal e institucional para a gestão de recursos hídricos nestas nações africanas. Neste sentido, a ANA apresenta suas práticas aos representantes dos quatro países lusófonos durante esta semana. 

Segundo Crisóstomo Alvarenga, da Direção Geral dos Recursos Hídricos da Guiné-Bissau, a gestão da água é um dos principais desafios do século XXI e a 1ª Missão contribui para o aprendizado sobre esta questão. “Nós aqui estamos a aprender as tecnologias e as metodologias que facilitam a gestão [de recursos hídricos] e que permitem melhorar as condições de vida das nossas comunidades”, afirmou.

No início da programação, em 20 de maio, os diretores da ANA Marcelo Cruz e Ney Maranhão abriram o evento juntamente com Alessandra Ambrósio, responsável na ABC pela cooperação com a CPLP. Ainda na segunda-feira, servidores da Agência Nacional de Águas realizaram apresentações sobre a atuação institucional do órgão, capacitação a distância no contexto do projeto e o panorama dos recursos hídricos no Brasil e o papel da ANA. Ambrósio abordou o tema dos recursos hídricos na Agenda de Cooperação da CPLP. 

Em 21 de maio, aconteceu apresentação da ANA sobre o planejamento de bacias hidrográficas no Brasil. Na sequência técnicos de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe compartilharam suas experiências sobre o planejamento de bacias com os brasileiros. No dia 22, a diretora-presidente da ANA, Christianne Dias, se encontrou com os participantes da 1ª Missão. Ainda na quarta-feira, a Agência Nacional de Águas abordou como faz o planejamento da Rede Hidrometeorológica Nacional, que possui mais de 4,5 mil estações espalhadas pelo Brasil. Os africanos também falaram sobre como realizam o planejamento de suas redes. 

Nesta quinta, 23 de maio, os participantes do evento visitam a Sala de Monitoramento e a Sala de Situação da ANA. Os especialistas africanos também visitam os equipamentos da Agência instalados na sede da instituição para o monitoramento pluviométrico (de chuvas). Na manhã do dia 24, está previsto um momento para avaliação e encerramento da missão.

Assessoria de Comunicação Social (ASCOM)
Agência Nacional de Águas (ANA)
(61) 2109-5129/5495