Você está aqui: Página Inicial > Notícias > 8º Fórum Mundial da Água é apresentado em simpósio de recursos hídricos

Notícias

8º Fórum Mundial da Água é apresentado em simpósio de recursos hídricos

publicado: 27/11/2017 16h30 última modificação: 28/11/2017 18h08
Divulgação ABRH Apresentação do 8º Fórum Mundial da Água

Apresentação do 8º Fórum Mundial da Água

Sob coordenação do diretor de Gestão da Agência Nacional de Águas (ANA), Ricardo Andrade, o 8º Fórum Mundial da Água foi apresentado durante o XXII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, em Florianópolis (SC). Na ocasião foram apresentadas perspectivas para realização do evento que pretende reunir mais de 40 mil pessoas entre os dias 18 e 23 de março de 2018, em Brasília.

Atuando também como diretor executivo do 8º Fórum, Ricardo Andrade destacou a dimensão do evento. “Temos mais de mil instituições engajadas no processo de organização do Fórum. Estamos trabalhando com afinco para promover um encontro para discutir problemas e soluções para os problemas de água, para inserir a temática da água na agenda política do Brasil”, disse.

Outra inciativa do 8º Fórum que ganhou destaque na programação do Simpósio foi o Fórum Cidadão, que abrirá espaço para que pessoas que não atuam no setor de recursos hídricos tenham contatos com as questões afetas à temática da água.

O objetivo do Fórum Cidadão, grupo que integra as reuniões preparatórias para o 8º Fórum Mundial da Água, é, desde já, levantar temas de interesse da coletividade e dialogar com a sociedade a fim de levar ao Fórum reflexões e propostas sobre temas diversos.

Com a estratégia de mobilizar a sociedade para a importância do tema água, a organização do Fórum Cidadão pretende conquistar a adesão da população brasileira no movimento apelidado de “ocupe a cidade”, com anuência da coordenação-geral do 8º Fórum Mundial da Água. Os estrangeiros que vierem ao Brasil participar do Fórum também serão acolhidos para enriquecerem a troca de experiências nesses espaços de convivência e interação.

Na opinião de Lupércio Ziroldo, presidente da Comissão do Processo Cidadão do 8º Fórum Mundial e presidente da Rede Brasil de Organismos de Bacia (Rebob), o evento é uma excelente oportunidade para promover a integração e a cooperação entre os diferentes atores das diferentes bacias hidrográficas brasileiras. “É fundamental o compartilhamento de boas práticas na gestão de recursos hídricos e o 8º Fórum Mundial da Água abre o espaço para que isso aconteça de forma ampla, envolvendo quem trabalha no setor e quem não lida diretamente com a gestão de recursos hídricos”, afirmou.

Para alcançar o objetivo e fazer com que haja efetiva ocupação de espaços púbicos em Brasília para discussões em torno da temática água, o Governo do Distrito Federal concedeu permissões para uso de espaços que abrigarão programações específicas e garantirão o sucesso do evento. Além do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, que servirá como sede oficial do 8º Fórum Mundial da Água, o Cine Brasília e a Funarte fazem parte da lista de espaços públicos almejados pela organização para o movimento “ocupe a cidade”.

Segundo a organização do 8º Fórum, a intenção é proporcionar amplos e gratuitos espaços, físicos e virtuais, para que a população se informe sobre ações voltadas aos recursos hídricos e participe manifestando suas opiniões.

Mais informações sobre o 8º Fórum Mundial da Água podem ser obtidas no site oficial do evento: http://www.worldwaterforum8.org/pt-br.