Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Tucano desvia rota para café em padaria

Tucano desvia rota para café em padaria

por Fonte: O Estado de São Paulo publicado 09/03/2010 00h00, última modificação 14/03/2019 16h40
A menos de 25 dias para deixar o governo paulista e com uma agenda extensa de obras por inaugurar, o governador e virtual candidato do PSDB à Presidência, José Serra, entregou ontem a segunda maior estação de tratamento de esgoto da sua gestão e encerrou sua visita ao interior do Estado com um café numa das padarias mais tradicionais de Taubaté. O governador fez questão de divulgar que a estação que inaugurava havia sido premiada pela Agência Nacional De Águas como o melhor projeto de saneamento do Brasil.
Após participar de inauguração em Tremembé, Serra seguiu para Taubaté

Silvia Amorim, ENVIADA ESPECIAL, TREMEMBÉ
A menos de 25 dias para deixar o governo paulista e com uma agenda extensa de obras por inaugurar, o governador e virtual candidato do PSDB à Presidência, José Serra, entregou ontem a segunda maior estação de tratamento de esgoto da sua gestão e encerrou sua visita ao interior do
Estado com um café numa das padarias mais tradicionais de Taubaté.

Em um ritual típico de candidato, Serra, ao deixar a inauguração de Tremembé percorreu de carro cerca de 20 quilômetros até a cidade vizinha para tomar um chocolate quente, tirar fotos e puxar conversas com moradores e funcionários. "Ele me pediu para levá-lo a uma padaria gostosa e tradicional perto daqui", disse o prefeito de Taubaté, Roberto Peixoto (PMDB), que o acompanhou
durante toda a visita.

Ao inaugurar a 41ª estação de tratamento de esgoto de seu governo - a unidade só perde em tamanho para a de Santos, na Baixada Santista - Serra destacou os investimentos do Estado no setor de saneamento.
 
"Nós duplicamos na nossa gestão os investimentos da Sabesp, sem contar outros investimentos em saneamento", discursou o tucano. A área é um dos pilares do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), uma das vitrines de campanha da pré-candidata do PT à Presidência da República, ministra Dilma Rousseff.

Em quatro anos serão aplicados R$ 6,8 bilhões, segundo Serra. Com a entrega de ontem, o governo promete coletar e tratar 100% do esgoto da população das duas cidades. Hoje esse índice é de 2%.
 
UNIÃO

A secretária estadual de Saneamento e Energia, Dilma Pena, fez questão de informar ao público
presente ao evento, em sua maioria funcionários da Sabesp, o tamanho da participação do
governo federal nos investimentos em saneamento no Estado. "São apenas 3% de recursos do
Orçamento Geral da União."

O governador fez questão de divulgar que a estação que inaugurava havia sido premiada pela Agência Nacional De Águas como o melhor projeto de saneamento do Brasil. "Foi o melhor entre projetos de todos os Estados do País, bancados ou não pelo governo federal. Estou muito
orgulhoso."

Em tom de elogio à sua equipe, Serra disse que investe em saneamento, não porque dá visibilidade política, mas por compromisso com a população. "Saneamento é uma obra invisível, não é por coincidência que os políticos no Brasil nunca tiveram paixão por obra de saneamento."

Desde muito jovem na política, Serra brincou ontem sobre quando pretende se aposentar. "A capacidade instalada dessa estação dura até 2025. Temos esperança de estar bem até lá. Não pedindo voto nessa época, evidentemente", comentou ao fazer uma referência à sua idade na
ocasião, quando terá 83 anos.
Texto:Fonte: O Estado de São Paulo