Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Técnicos ambientais participam de curso para medir vazão de grandes rios

Técnicos ambientais participam de curso para medir vazão de grandes rios

por Portal Amazônia publicado 09/08/2010 00h00, última modificação 15/03/2019 09h20
A abertura do 9º Curso Internacional de Medição de Descarga Líquida em Grandes Rios iniciou na última sexta-feira (06), no Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O evento prossegue até dia 16 deste mês e tem como objetivo a capacitação de profissionais da área de recursos hídricos do Brasil e demais países integrantes da América do Sul, especialmente da Bacia Amazônica.
MANAUS - A abertura do 9º Curso Internacional de Medição de Descarga Líquida em Grandes Rios iniciou na última sexta-feira (06), no Serviço Geológico do Brasil (CPRM). O evento prossegue até dia 16 deste mês e tem como objetivo a capacitação de profissionais da área de recursos hídricos do Brasil e demais países integrantes da América do Sul, especialmente da Bacia Amazônica.
 
A realização é da Agência Nacional de Águas (ANA). Além do CPRM,  participam representantes  da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), Agência Brasileira de Cooperação (ABC) e Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA).
 
O curso acontece em Manaus e no município de Manacapuru (a 68 quilômetros da capital amazonense), será desenvolvido com aulas teóricas e práticas, onde 16 participantes brasileiros e 14 estrangeiros dos países da Argentina, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela, serão o público-alvo e, ao final, será emitido um certificado de participação.
 
- Este evento representa o processo de conhecimento da vazão dos rios no Estado do Amazonas, a ANA é o órgão responsável por uma rede hidrométrica nacional composta por mais de 4.500 estações de monitoramento hidrometeorológico, entre estações pluviométricas, fluviométricas, de qualidade de água e sedimentométricas e já promoveu oito edições desse curso, realizado há 25 anos no Brasil e que alcançou o nível internacional há nove anos, explica Solange Damasceno, gerente de Recursos Hídricos da SDS.
 
Técnicas de medição
 
Na ocasião os participantes do curso aprenderão as técnicas de medição de vazão em grandes rios. As duas mais tradicionais usam o molinete, espécie de vareta com uma hélice, para medir a velocidade da correnteza e calcular a quantidade de água que passa em um determinado trecho do rio.
 
A outra técnica é considerada mais moderna, conhecida como efeito Doppler, calcula a velocidade da água a partir dos sedimentos que ela transporta. O monitoramento dos rios da bacia Amazônica, também inclui informações sobre vazão e qualidade da água, poise la é considerada a maior rede hidrográfica mundial. (JK)
Texto:Portal Amazônia