Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Representante do INSA destaca inauguração da Sala de Situação de CG

Representante do INSA destaca inauguração da Sala de Situação de CG

por Paraíba Online publicado 21/08/2012 00h00, última modificação 15/03/2019 10h19
O representante do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Salomão de Souza, em entrevista à Rádio Correio FM falou sobre a inauguração da Sala de Situação, que funciona como equipamento anexo para o laboratório da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) em Campina Grande.
O representante do Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Salomão de Souza, em entrevista à Rádio Correio FM falou sobre a inauguração da Sala de Situação, que funciona como equipamento anexo para o laboratório da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) em Campina Grande.
 
De acordo com ele, a Sala de Situação pretende monitorar as condições climáticas de várias regiões da Paraíba.
- Isso vem a somar muito com a malha de monitoramento que o Governo Federal tem através da Agência Nacional das Águas (ANA). Isso vem fortalecer as previsões apuradas de chuvas e fazer previsões contra desastres. Sabemos que em determinadas épocas de chuvas em nossa região principalmente na Bacia do Rio do Peixe e no Baixo Paraíba, existe algumas cidades que sofrem com inundações. A Defesa Civil será beneficiada com isso – ponderou ele.
 
Ainda de acordo com Salomão de Souza, “também vamos combater o processo de desertificação em várias regiões da Paraíba”.
 
Salomão também falou sobre a importância do recente 8º Simpósio Nacional de Captação e Manejo de Água de Chuva realizado em Campina Grande.
 
- O evento trouxe novidades e questões antigas. As águas captadas por cisternas precisam de um melhor manejo para o consumo humano. Os primeiros milímetros devem ser descartados, mas através de uma pesquisa vamos estudar a melhor forma de fazer esse procedimento. Existem organizações sociais que criticam cisternas construídas com PVC, que aumentam o número de unidades de captação d’água. No simpósio discutimos os aspectos construtivos das cisternas de placas e avaliamos as cisternas de PVC que estão sendo construídas – pontuou ele.
 
O próximo simpósio será realizado em Feira de Santana ainda neste mês de agosto.
Texto:Paraíba Online