Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Prossegue hoje seminário sobre gestão da água no Cerrado

Prossegue hoje seminário sobre gestão da água no Cerrado

por Fonte: Portal Stylo publicado 18/06/2010 00h00, última modificação 14/03/2019 16h42
Prossegue hoje, no auditório Nereu Ramos, em Brasília, o 4º Seminário de Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Alto Tocantins e o 2º Seminário de Agroextrativismo no Cerrado. O tema central do debates este ano é O Cerrado e a Água. O evento, iniciado ontem, realiza hoje três mesas-redondas sobre uso sustentável do Cerrado, experiências em agroextrativismo e ações educativas.
Prossegue hoje, no auditório Nereu Ramos, em Brasília, o 4º Seminário de Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Alto Tocantins e o 2º Seminário de Agroextrativismo no Cerrado. O tema central do debates este ano é O Cerrado e a Água. O evento, iniciado ontem, realiza hoje três mesas-redondas sobre uso sustentável do Cerrado, experiências em agroextrativismo e ações educativas.
 
Nos debates de ontem, o diretor-presidente da Agência Nacional de Águas (ANA), Vicente Andreu Guillo, defendeu o planejamento integrado das bacias hidrográficas como o caminho para resolver problemas ligados à gestão dos recursos hídricos no Brasil.
 
O evento é promovido pela Agência Brasileira de Meio Ambiente e Tecnologia da Informação-Ecodata (entidade não governamental integrante do Conselho Nacional do Meio Ambiente-Conama) com o apoio das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável; de Legislação Participativa; e de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, além da Frente Parlamentar Ambientalista e de outras entidades defensoras do Cerrado.
 
Preservação

O objetivo do seminário é sensibilizar a população para a necessidade de preservação do Cerrado, a partir de políticas de gestão da água. Isso porque as nascentes dos principais rios brasileiros têm origem no Cerrado (94% da vazão da bacia do rio São Francisco nasce no Cerrado; 75% das águas da bacia dos rios Paraná-Paraguai também saem desse bioma e o mesmo acontece com 78% das águas dos rios Tocantins-Araguaia).
 
Nos dois dias do evento, os organizadores querem discutir políticas e ações que assegurem: a produção de energia elétrica em regiões de Cerrado de forma sustentável; o funcionamento efetivo dos comitês e consórcios das bacias hidrográfica Tocantins-Araguaia e Paranaíba-São Francisco; a consolidação do Programa Produtor de Água e o Uso Sustentável do Cerrado; o estímulo a experiências agroextrativistas no Cerrado; e campanhas educativas na área de preservação ambiental.
 
Texto:Fonte: Portal Stylo