Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Professor alemão apresenta projeto na Agência

Professor alemão apresenta projeto na Agência

por Ascom/ANA publicado 24/05/2010 00h00, última modificação 14/03/2019 16h42
Nesta segunda-feira, 24 de maio, a Agência Nacional de Águas (ANA) recebeu o professor Franz Makeschin, da Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha. O acadêmico apresentou a especialistas da ANA o Projeto Água DF e também recebeu informações sobre as iniciativas desenvolvidas pela agência reguladora.
Makeschin (á dir.) acompanha a apresentação da especialista Gisela Forattini (à esq.)

Nesta segunda-feira, 24 de maio, a Agência Nacional de Águas (ANA) recebeu o professor Franz Makeschin, da Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha. O acadêmico apresentou a especialistas da Agência o Projeto Água DF, que é um modelo de gestão integrada de recursos hídricos para o Distrito Federal, cujo objetivo é assegurar água de boa qualidade e em quantidade suficiente para suprir a crescente demanda da unidade da Federação para os próximos 40 anos.

 

Makeschin fez sua apresentação com enfoque na relação entre água e uso do solo no contexto do Projeto Água DF, que faz parte da cooperação Brasil – Alemanha. Do lado alemão, além da Universidade de Dresden, participam da iniciativa a Universidade de Karlsruhe e o Centro Helmholtz. Entre as instituições brasileiras envolvidas estão: o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Universidade de Brasília (UnB), a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) e a Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap).

 

Pela parte da ANA, Gisela Forattini, especialista em recursos hídricos e assessora do diretor-presidente da Agência, abordou várias iniciativas desenvolvidas pela instituição, entre as quais: o Programa Produtor de Água, que estimula o pagamento por serviços ambientais prestados por produtores rurais, e o Programa Despoluição de Bacias Hidrográficas (Prodes), o qual paga pelo esgoto efetivamente tratado por empreendimentos selecionados.

 

Além disso, o gerente de projetos da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (SRHU/MMA), Renato Ferreira, apresentou o Programa Água Doce, que visa a estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para o consumo humano, disciplinando a implantação, a recuperação e a gestão de sistemas de dessalinização – com sustentabilidade ambiental e social – principalmente em comunidades de baixa renda difusas no Semiárido.

Texto:Ascom/ANA
Foto:Raylton Alves / Banco de Imagens ANA