Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Para a ANA, a gestão integrada da água é uma aliada do setor de navegação

Para a ANA, a gestão integrada da água é uma aliada do setor de navegação

por ASCOM/ANA publicado 20/11/2007 23h00, última modificação 14/03/2019 16h35
Diretores, superintendentes e técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) estiveram reunidos na tarde de hoje (21/11) na sede da ANA. Durante a reunião, os representantes das duas instituições discutiram a construção de uma agenda comum.
Diretores, superintendentes e técnicos da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) estiveram reunidos na tarde de hoje (21/11) na sede da ANA. Durante a reunião, os representantes das duas instituições discutiram a construção de uma agenda comum.

Todos os diferentes setores usuários de recursos hídricos têm direito de acesso à água: é o que estabelece o princípio dos usos múltiplos, instituído pela Política Nacional de Recursos Hídricos. “Por isso, deve haver um planejamento integrado, envolvendo o setor de navegação, irrigação, saneamento, geração de energia, entre outros”, explicou o diretor-presidente da ANA, José Machado. “Dessa forma, a gestão integrada pode ser vista como uma aliada do desenvolvimento hidroviário”, concluiu.

Em sua fala, o superintendente de Navegação Interior da Antaq, Alex Oliva, ressaltou a potencialidade de integrar o Brasil a toda a América do Sul por meio das hidrovias. E lembrou a importância de se levar em consideração o setor hidroviário nos processos de concessão de outorgas de direitos de uso da água.

Nesse sentido, Joaquim Gondim, superintendente de Usos Múltiplos da ANA, destacou que o setor aquaviário deve definir suas necessidades em termos de corpos d’água e trechos de rios utilizados, períodos de utilização, níveis d’água, etc. Além disso, ressaltou que o setor precisa participar mais da elaboração dos planos de bacia.