Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Instituições se unem pelo uso racional de água na indústria sucroalcooleira paulista

Instituições se unem pelo uso racional de água na indústria sucroalcooleira paulista

por ASCOM/ANA publicado 02/10/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h36
Nesta terça-feira, 02/10, em São Paulo, dirigentes da Agência Nacional de Águas (ANA), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) e do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) assinam Termo de Cooperação Técnica. A iniciativa das institu
Nesta terça-feira, 02/10, em São Paulo, dirigentes da Agência Nacional de Águas (ANA), da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), da União da Indústria de Cana-de-açúcar (Unica) e do Centro de Tecnologia Canavieira (CTC) assinam Termo de Cooperação Técnica. A iniciativa das instituições visa a unir esforços na implementação de ações de interesse comum nos seguintes temas: racionalização, conservação e preservação dos recursos hídricos utilizados pelo setor sucroalcooleiro paulista.

Um dos principais objetivos da cooperação é elaborar, publicar e distribuir o “Manual de Conservação e Reúso da Água na Indústria Sucroalcooleira”. Enquanto a Unica – por meio do CTC – ficará responsável pela elaboração do material, a ANA e a Fiesp darão suporte técnico ao CTC no que se refere a suas respectivas áreas de atuação.

Outra ação prevista no Termo é a realização da capacitação dos recursos humanos da cadeia produtiva do açúcar e do álcool em São Paulo. Esta iniciativa ficará a cargo da ANA e da Fiesp e será desenvolvida por intermédio de seminários, cursos e treinamentos. Também serão elaborados materiais didáticos de apoio.

A idéia de um Termo de Cooperação Técnica entre as quatro instituições surgiu a partir de um interesse comum: estabelecer mecanismos de cooperação que promovessem a adoção de práticas de conservação e uso racional da água pelo setor sucroalcooleiro paulista.

O setor sucroalcooleiro

A indústria sucroalcooleira consome bastante água. Por isso, o setor tem buscado alternativas para reduzir o uso de recursos hídricos na cadeia produtiva. Um exemplo na redução do consumo de água pode ser percebido no processamento da cana-de-açúcar. Em 1997, eram necessários 5 mil litros para processar 1 tonelada de cana. Sete anos depois, este volume tinha caído para 1,8 mil litros. A perspectiva é que este valor atinja 1 mil litros.

Outro exemplo de economia de água está no método de limpeza da cana a seco, desenvolvido pelo Centro de Tecnologia Canavieira, que usa a ventilação forçada para retirar palha e terra do vegetal.

Sabendo do grande volume de água demandada pela indústria sucroalcooleira, a ANA realizou a oficina “Expansão do Setor Sucroalcooleiro e a Gestão dos Recursos Hídricos” em 25/09.