Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Comitê do Paranaíba divulga lista preliminar de habilitados ao seu processo eleitoral

Comitê do Paranaíba divulga lista preliminar de habilitados ao seu processo eleitoral

por ASCOM/ANA publicado 01/04/2008 00h00, última modificação 14/03/2019 16h35
Prazo para recursos, impugnação e envio de documentos pendentes vai até 15 de abrilMais de 500 inscritos: este é o saldo do período de inscrições do processo eleitoral do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba. Entre os candidatos estão representantes dos municípios, setor
Prazo para recursos, impugnação e envio de documentos pendentes vai até 15 de abril

Mais de 500 inscritos: este é o saldo do período de inscrições do processo eleitoral do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba. Entre os candidatos estão representantes dos municípios, setores usuários de água e organizações da sociedade civil de Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul. Do universo total de inscritos, 366 já estão habilitados, 141 apresentam pendências e cerca de 40 foram indeferidos. Para conferir a lista preliminar de candidatos habilitados e/ou com pendências, acesse www.paranaiba.cbh.gov.br.

Entre os já habilitados, 180 são de Minas Gerais, 172 de Goiás e 14 do Distrito Federal. Até o dia 15/4, os inscritos que apresentam pendências podem enviar a documentação complementar. Estão nessa situação 141 inscritos: 18 de Minas, 106 de Goiás, 14 do Distrito Federal, e três de Mato Grosso do Sul.

A lista final de habilitados sai no dia 25/4, e a eleição dos membros titulares do comitê acontecerá em Reuniões Plenárias Setoriais em datas e locais a serem divulgados posteriormente. Os eleitos integrarão o colegiado até 2010.

A distribuição das cadeiras
O Comitê do Paranaíba conta com 45 cadeiras de membros titulares, das quais 38 serão ocupadas por membros eleitos: há sete vagas para representantes de municípios; 18 para usuários de água, e 13 para entidades civis de recursos hídricos com atuação comprovada na bacia. O preenchimento das outras sete vagas – pertencentes à União e aos estados – será feito por indicação dos poderes públicos federal e estaduais.

A bacia
A bacia do Paranaíba abrange Goiás, Minas Gerais, Distrito Federal e Mato Grosso do Sul, movimentando uma economia bastante variada: geração de energia elétrica, monocultura de grãos, criação de gado, mineração, indústria e turismo.

Entre os principais problemas de água na bacia estão o uso exacerbado na irrigação, sem considerar os outros setores usuários; a insuficiência hídrica para o abastecimento de grandes centros urbanos, e a poluição por esgotos domésticos sem tratamento (59% da população é atendida por rede de esgoto; desse valor, só 21,7% é tratado).