Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Brasil deve registrar novo recorde na medição de vazão de água doce

Brasil deve registrar novo recorde na medição de vazão de água doce

por ASCOM/ANA publicado 15/06/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h35
A maior vazão de água doce já medida foi de aproximadamente 580 mil metros cúbicos por segundo, no rio Amazonas, em janeiro de 2000 – época de águas baixas. Entre 16 e 27 de junho, um novo recorde poderá ser alcançado. Nesse período, fase de águas altas (cheias), a Agência Nacional de Águas (ANA),
A maior vazão de água doce já medida foi de aproximadamente 580 mil metros cúbicos por segundo, no rio Amazonas, em janeiro de 2000 – época de águas baixas. Entre 16 e 27 de junho, um novo recorde poderá ser alcançado. Nesse período, fase de águas altas (cheias), a Agência Nacional de Águas (ANA), em parceria com o projeto Piatam Mar, patrocinado pela Petrobras, fará medições na foz do Amazonas e poderá registrar o maior volume de água doce já mensurado no planeta.

Para obter a vazão, a ANA somará os valores obtidos a partir das medições em duas seções do rio, nos chamados Canal Norte e Canal Sul (veja mapa). Assim como em 2000, as medições deste ano serão feitas nas marés alta e baixa – condições que afetam as vazões. Para realizar cada uma delas, será utilizado um medidor de vazão acústico-doppler e serão necessárias cerca de 12 horas, que é o tempo médio dos ciclos de maré.

Esses trabalhos fazem parte de uma campanha que vai envolver levantamentos hidrodinâmicos (vazão, direção e intensidades das correntes), sedimentométricos, e de qualidade da água (temperatura, turbidez, pH, salinidade e condutividade) em cinco seções do Amazonas.

A campanha integra as ações do projeto Piatam Mar, financiado pela Petrobras, e conta com a parceria da ANA, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa).

Com essa iniciativa, deverá ser inaugurada uma nova série de medições no Amazonas. A idéia da ANA é acompanhar as vazões da foz do rio ao longo dos próximos anos.

Conheça o Piatam Mar
Iniciado em 2004, o projeto Potenciais Impactos Ambientais do Transporte de Petróleo e Derivados na Zona Costeira Amazônica (Piatam Mar) envolve uma ampla rede multidisciplinar e interinstitucional de pesquisa sobre o litoral amazônico. A iniciativa, mantida com o apoio do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), já conta com aproximadamente 230 pesquisadores e técnicos.

Para saber mais, acesse www.piatammar.ufpa.br.

Informações

ANA
Assessoria de Comunicação Social
(61) 2109-5103
imprensa@ana.gov.br

Piatam Mar
Joice Santos – Coordenadora de Comunicação
joicesantos@museu-goeldi.br

Lázaro Magalhães
lazaroweb@yahoo.com
(91) 3249-8923