Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Atlas Nordeste é tema de debate na Câmara Federal

Atlas Nordeste é tema de debate na Câmara Federal

por ASCOM/ANA publicado 02/07/2007 00h00, última modificação 14/03/2019 16h38
A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados discute amanhã (3/7), às 14h, soluções governamentais para a escassez de água na região Semi-Árida do Brasil. Um dos projetos em pauta é o Atlas Nordeste – Abastecimento Urbano de Água, apresentado em 2006 pela
A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados discute amanhã (3/7), às 14h, soluções governamentais para a escassez de água na região Semi-Árida do Brasil. Um dos projetos em pauta é o Atlas Nordeste – Abastecimento Urbano de Água, apresentado em 2006 pela Agência Nacional de Águas (ANA). O debate acontece no Plenário 8 do Anexo II da Câmara e é aberto à sociedade.

Para apresentar a elaboração e as conclusões do Atlas, estará presente o superintendente de Planejamento de Recursos Hídricos da ANA, João Gilberto Lotufo. Além disso, foram convidados para a discussão Leonardo Boff, da Comissão Pastoral da Terra (CPT) do Nordeste; Roberto Malvezzi, da Articulação do Semi-Árido Brasileiro (ASA); e um representante do Ministério da Integração Nacional.

Realizado ao longo de 18 meses, o Atlas Nordeste abrange todo o semi-árido brasileiro e entorno, mapeando onde está a água, seja ela superficial ou subterrânea; como e com que qualidade ela chega aos habitantes urbanos e qual a melhor forma de abastecer as populações que contam com sistemas insatisfatórios, a menores custos.

No estudo, a situação de 1,3 mil sedes municipais dos nove estados do Nordeste e do Norte de Minas Gerais foi levantada. Dessas, mais de 70% terão um quadro crítico de abastecimento de água até 2025. As alternativas apresentadas pela ANA prevêem um investimento total da ordem de R$ 3,6 bilhões.