Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > Assembléia-Geral do GWP Sudamérica conta com a presença de representantes da ANA

Assembléia-Geral do GWP Sudamérica conta com a presença de representantes da ANA

por ASCOM/ANA publicado 12/06/2008 00h00, última modificação 14/03/2019 16h35
Representantes da Agência Nacional de Águas (ANA) participam da Assembléia-Geral da GWP Sudamérica (Parceria Sulamericana para a Água), em Buenos Aires, Argentina. O evento, que acontece de 11 a 13 de junho, conta, ainda, com a participação do Vice-Presidente e do Presidente do Senado daquele País,
Representantes da Agência Nacional de Águas (ANA) participam da Assembléia-Geral da GWP Sudamérica (Parceria Sulamericana para a Água), em Buenos Aires, Argentina. O evento, que acontece de 11 a 13 de junho, conta, ainda, com a participação do Vice-Presidente e do Presidente do Senado daquele País, de senadores argentinos, do presidente da GWP Argentina, Santiago Ruiz, e da presidenta da GWP Brasil e GWP Sudamérica, Gisela Forattini, também servidora da ANA.

O objetivo principal da Assembléia é expor e abrir a discussão em torno das conquistas, dificuldades e limitações encontradas pela GWP no desenvolvimento de suas atividades no período 2006 – 2008. A ocasião será aproveitada, também, para que sejam discutidas e estabelecidas estratégias de planejamento para o exercício 2009 – 2013.

O Brasil está bem representado. Além da presença da ANA, como instituição-membro do GWP, também participam representantes da Sociedade Brasileira de Limnologia (SBL), da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes) e do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Espírito Santo (Iema). Além do Brasil, países sulamericanos como a Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Chile, Uruguai e Paraguai também enviaram seus representantes. A servidora da ANA Alessandra Daibert também participa do evento, atuando como moderadora.

ANA e GWP

A Parceria Mundial pela Água (ou Global Water Patnership, em inglês) é uma rede de observação, criada em 1996, com o objetivo de fomentar e apoiar os países na Gestão Integrada de Recursos Hídricos (GIRH), promovendo a criação de foros de discussão, facilitando a interação entre os países com vistas ao uso sustentável dos recursos hídricos. Do lado brasileiro, este é o papel principal desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA), que se tornou instituição-membro do GWP para facilitar a troca de experiências com outros países.