Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > ANA sedia debate sobre conservação de água e solo

ANA sedia debate sobre conservação de água e solo

por ASCOM/ANA publicado 14/03/2008 00h00, última modificação 14/03/2019 16h36
Senadores, deputados federais, representantes da Agência Nacional de Águas (ANA) e de três ministérios (Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Integração Nacional; e Desenvolvimento Agrário), entre outros órgãos, se reuniram na manhã desta sexta-feira, 14/03, na sede da ANA, em Brasília, para debat
Senadores, deputados federais, representantes da Agência Nacional de Águas (ANA) e de três ministérios (Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Integração Nacional; e Desenvolvimento Agrário), entre outros órgãos, se reuniram na manhã desta sexta-feira, 14/03, na sede da ANA, em Brasília, para debater as relações entre a água e o solo. O encontro também visou a buscar unidade e integração nas reflexões sobre o uso e conservação dos solos.

A reunião ocorreu com um propósito de desenvolver um trabalho integrado junto ao Congresso Nacional no tema do uso e da conservação dos solos, assunto intimamente ligado à água, incentivando boas práticas de conservação de água e solo.

Durante o encontro houve apresentações de uma minuta do Plano de Trabalho – feita pela ANA – que propõe uma ação conjunta das várias instituições no sentido de estimular a preservação da água e do solo no Brasil.

Participantes do Plano de Trabalho

Devem participar do Plano de Trabalho as seguintes instituições:

• Ministério do Meio Ambiente;
• Agência Nacional de Águas;
• Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento;
• Ministério da Integração;
• Ministério do Desenvolvimento Agrário;
• Casa Civil;
• Senado Federal;
• Câmara dos Deputados;
• Conselho Nacional de Meio Ambiente;
• Conselho Nacional de Recursos Hídricos;
• Secretarias estaduais de Meio Ambiente;
• Secretarias estaduais de Agricultura;
• Embrapa;
• Comitês de bacias hidrográficas;
• Frente Nacional de Prefeitos;
• Confederação Nacional dos Municípios;
• Confederação Nacional da Agricultura;
• Institutos de pesquisa;
• Universidades;
• ONGs envolvidas com o tema.