Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > ANA participa de simpósio sobre pequenas e médias centrais hidrelétricas

ANA participa de simpósio sobre pequenas e médias centrais hidrelétricas

por Ascom/ANA publicado 11/05/2010 00h00, última modificação 14/03/2019 16h41
Entre 11 e 13 de maio, 450 técnicos se encontram no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo, onde ocorre o 7º Simpósio sobre Pequenas e Médias Centrais Hidrelétricas (7PCH). O objetivo do evento é promover debates técnicos a respeito do tema, apresentar novas tecnologias do setor e estimular negócios. Representando a ministra do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas (ANA), a especialista em Recursos Hídricos e assessora do diretor-presidente da Agência, Gisela Forattini, participou da mesa de abertura do Simpósio, que é promovido pelo Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB).
Gisela aponta importância de se planejar água e energia conjuntamente

Entre 11 e 13 de maio, 450 técnicos se encontram no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo, onde ocorre o 7º Simpósio sobre Pequenas e Médias Centrais Hidrelétricas (7PCH). O objetivo do evento é promover debates técnicos a respeito do tema, apresentar novas tecnologias do setor e estimular negócios. Representando a ministra do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas (ANA), a especialista em Recursos Hídricos e assessora do diretor-presidente da Agência, Gisela Forattini, participou da mesa de abertura do Simpósio, que é promovido pelo Comitê Brasileiro de Barragens (CBDB).

Segundo Forattini, a ANA tem se esforçado para estruturar e receber novas atribuições devido à Política Nacional de Segurança de Barragens – aprovada em 2010 pelo Congresso Nacional – envolvendo o Sistema Nacional de Informações sobre Segurança de Barragens, que será estruturado e gerido pela Agência. “Nosso país vem se desenvolvendo e deve crescer muito mais. Dada a sua vocação hidrelétrica, as bases deste desenvolvimento devem envolver, necessariamente, o binômio água e energia. Nesse sentido, as pequenas e médias centrais hidrelétricas representam opção interessante para auxiliar o atendimento da demanda energética”, afirma a especialista.

Nesta quarta-feira, 12 de maio, o 7PCH terá como um de seus palestrantes o senador Gilberto Goellner, que relatou o Projeto de Lei 168/2009, o qual estabeleceu a Política Nacional de Segurança de Barragens – aquelas destinadas à acumulação de água para quaisquer usos, à disposição final ou temporária de rejeitos e à acumulação de resíduos industriais.

Texto:Ascom/ANA
Foto:Divulgação 7PCH