Você está aqui: Página Inicial > Notícias antigas > ANA discute a preservação aquíferos Açu e Jandaíra

ANA discute a preservação aquíferos Açu e Jandaíra

por Fonte: GAZETA DO OESTE publicado 13/07/2010 00h00, última modificação 15/03/2019 09h19
A Comissão Técnica de Acompanhamento e Fiscalização dos estudos hidrogeológicos do aquífero nas regiões do Apodi (Rio Grande do Norte) e Vale do Jaguaribe (Ceará) estará reunida nos dias 13 e 14 de julho, no auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), sob a coordenação da Agência Nacional de Águas (ANA).
A Comissão Técnica de Acompanhamento e Fiscalização dos estudos hidrogeológicos do aquífero nas regiões do Apodi (Rio Grande do Norte) e Vale do Jaguaribe (Ceará) estará reunida nos dias 13 e 14 de julho, no auditório da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (SEMARH), sob a coordenação da Agência Nacional de Águas (ANA).

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) tem representação neste trabalho que terá marco regulatório pioneiro no Brasil quanto ao uso de águas subterrâneas comum a dois Estados. As conclusões dessa reunião serão encaminhadas para discussão com fruticultores e sociedade interessada no assunto, através de dois seminários que acontecerão em Baraúna, no Rio Grande do Norte e Limoeiro do Norte, no Ceará.

Após a apresentação à sociedade, quando esta será ouvida também, haverá uma reunião em Brasília para fechar em definitivo o marco regulatório que norteará o uso da água dos aqüíferos. Os aquíferos Açu e Jandaíra estão sendo estudados para calcular as reservas disponíveis e a quantidade de água a ser retirada do subsolo sem comprometer o lençol freático.

Com o fechamento dos dados hidrogeológicos e do projeto de gestão compartilhada, os dois Estados vão se adequar a fazer o uso racional da água dos aquíferos. O principal objetivo da Comissão Técnica é avaliar os estudos técnicos elaborados pelo consórcio contratado, sugerir alterações e inserir novas informações a cerca da exploração sustentável deste aquífero. O geólogo Marcelo Queiroz, da Caern, integra a equipe que discute o tema junto com outros órgãos
do Estado e a ANA.

O aquífero Açu abastece o Rio Grande do Norte através de poços, parte de Mossoró, Areia Branca, Grossos, Tibau e Governador Dix Sept Rosado. Já o Jandaíra é utilizado na irrigação de plantas frutíferas, principalmente em Baraúna e também na fruticultura do Ceará, especialmente nos
municípios de Limoeiro do Norte, Russas e Alto Santo. Os aqüíferos possuem extrema importância econômica e social para os dois Estados o que justifica a preocupação com o mesmo para que esta fonte perene de água permaneça à disposição das populações por muitos anos.
Texto:Fonte: GAZETA DO OESTE